Teoria do Pareto aplicado ao e-commerce – 7 estratégias para 80% dos resultados

OK, agora tenho meu e-commerce, por onde começar para atrair vendas? Pois convenhamos, um e-commerce sem estratégia é só mais um site na internet.

Você provavelmente já deve ter ouvido falar na Teoria de Pareto ou regra do 80-20, onde afirma que 80% do resultados vem de 20% de ações. Pois bem, após anos de experiência na área decidi documentar o que eu considerado o “80-20 DAS VENDAS NO E-COMMERCE”  em suma:

  1. SEO – Organicamente no Google: Ou seja, gerar tráfego orgânico (de graça) através de estratégias de SEO nas principais oportunidades do seu negócio, podendo ser produtos ou categorias.
  2. Anúncios na Rede de Pesquisa do Google: O tráfego orgânico pode demorar meses para o posicionamento, seus clientes seguirão pesquisando pelo seu produto e você não estará na primeira página do Google se não tiver anúncios na rede de pesquisa.
  3. Google Shopping: O google é o principal buscador da internet e o Google Shopping vem expandido a cada dia, estar presente neste canal de venda é primordia para escalar suas vendas.
  4. Redes Sociais Organicamente: Construir um relacionamento com seu público sem ‘panfletagem digital’ e com conteúdo autêntico vai te permitir aumentar a recorrência de vendas.
  5. Social Ads: Não adianta produzir excelentes conteúdos e não distribuir amplamente para seu público. Estima-se que a entrega orgânica no Instagram e Facebook é de 5 a 10%. Com isso, se faz estratégias permanentes de anúncios pagos através do Facebook Ads.
  6. Youtube: É o segundo buscador (depois do próprio Google) mais utilizado na internet. Estar presente com seu produto através de conteúdos autênticos vai lhe garantir um diferencial no mercado.
  7. Marketplaces: Você provavelmente pesquisa aquele seu produto desejado no Mercado Livre, Americanas, Amazon Maglu. Juntos representam mais de 20bi de faturamento.

Falaremos um pouco mais sobre cada estratégia de vendas, a seguir:

1. SEO – Organicamente no Google:

Se você quer que seu negócio seja encontrado na internet, aparecer na primeira página do Google é essencial, afinal, poucos usuários olham as outras páginas. A maioria deles, clica logo nos sites que aparecem no topo da página.

De maneira geral, as buscas orgânicas são todas as pesquisas feitas nas quais os resultados que aparecem não são pagos.

Para posicionar os sites de acordo com a palavra-chave que você utilizou, os algoritmos do Google utilizam centenas de fatores que ajudam a identificar os sites que oferecem conteúdo relevante para o usuário.

Resumidamente os critérios de classificação do Google são:

  • Reputação: Envolve questões de estrutura, desempenho, segurança e tecnologia do site
  • Autoridade: É a relevância que o site possui dentro do segmento.
  • Popularidade:  É o  “conceito” que seu site tem junto aos outros sites na internet, através de links de outros sites

Mas o que fazer para se destacar através da busca orgânica dos usuários?

O primeiro passo, é encontrar as palavras-chaves que mais tem a ver com o seu negócio e o que o público-alvo costuma utilizar. Para escolher boas palavras-chave, você deve: 

  • Fazer pesquisas em ferramentas especializadas de SEO
  • Conhecer a sua persona
  • Analisar os seus concorrentes
  • Fazer uma lista de palavras-chave e escolher as que são mais utilizadas pelos usuários em cada momento de compra. 
  • Utilizar um planejador de palavras-chave

Mas como foi falado, os algoritmos do Google utilizam diversos outros fatores para definir os sites mais relevantes para o usuário. Por isso, escolher as palavras-chave é apenas o primeiro passo.

Para você realmente conseguir aparecer na primeira página, será preciso criar uma estratégia de SEO, que significa Search Engine Optimization (otimização para mecanismos de busca), no qual falaremos com mais detalhes em outro artigo. 

Principais Vantagens de vender organicamente no Google:

Custo benefício: Tráfego de qualidade sem pagar por clique;

  • Relevância:  É considerado como ‘mais relevante”
  • Resultados: A duração dos resultados pode ser duradoura.

E tem desvantagem de vender no Google Organicamente?

  • Tempo, sim, para ranquear bem no Google pode demorar meses. A busca orgânica no Google te ajuda sim a alcançar resultados a médio e longo prazo, mas se você tem pressa em começar a gerar tráfego por citação de palavra chave será preciso investir em mídia paga, tema que falaremos a seguir.
  • Conteúdo, Também será necessário investir mais em marketing de conteúdo, já que o conteúdo é o principal fator de impacto nas buscas orgânicas.

2. Anúncios na Rede de Pesquisa do Google

A rede de pesquisa do Google é um conjunto de sites relacionados à pesquisa em que seus anúncios podem ser mostrados.

Os anúncios feitos na rede de pesquisa do Google, poderão ser exibidos perto dos resultados de pesquisa sempre que alguém digitar uma palavra-chave que o seu site utiliza como um fator de ranqueamento.

É importante lembrar que para investir em anúncios do Google Ads, será preciso investir financeiramente, já que essa estratégia de marketing é paga (diferentemente da mídia orgânica).

Quais as principais vantagens de anunciar na rede de pesquisa do Google?

A rede de pesquisa exibe os seus anúncios para as pessoas que procuram por algo que o seu site e/ou e-commerce pode oferecer.

Além de anúncios, você pode incluir extensões como:

  • Links Adicionais
  • Telefones
  • Endereços
  • Principal informações sobre seus produtos ou serviços

Quais as desvantagens do Google Ads?

Normalmente, quem está iniciando um e-commerce, não pode investir uma grande quantia em publicidade digital.

O problema é que dependendo do segmento em que você atua, ou dos produtos e serviços que está oferecendo, será necessário investir um pouco mais.

Além disso, se você não fizer uma boa pesquisa de palavras-chave, os seus anúncios vão trazer poucos ou até mesmo, nenhum resultado.

3. Google Shopping

No Google Shopping, o anúncio do seu produto ou serviço, é exibido sempre com uma imagem, nome do produto e preço na parte superior do Google, o que pode ajudar no processo de tomada de decisão do usuário.

Os resultados do Google Shopping, na verdade, aparecem até mesmo antes dos links patrocinados (anúncios pagos).

O Google Shopping possui ainda uma variação: Shopping Inteligente que utiliza lista de remarketing para apresentar as ofertas no melhor momento de compra do cliente em sites de conteúdo parceiros. Há diversas estratégias com essa variação que pode trazer excelentes resultados.

Por isso, o Google Shopping é uma ferramenta excelente para começar a divulgar os produtos do seu e-commerce.

Quais as principais vantagens do Google Shopping

Os lojistas que utilizam a internet como ferramenta de vendas, podem ter um lucro considerável ao utilizar o Google Shopping.

As principais vantagens que essa ferramenta pode trazer para quem acabou de começar um e-commerce são:

  • Aumento do tráfego para a sua loja virtual
  • Presença nas buscas (fazendo com que o seu e-commerce fique conhecido)
  • Monitoramento da performance dos seus produtos
  • Atração de leads mais qualificados

Quais as desvantagens do Google Ads – Google Shopping?

  • Tempo: Para otimização dos resultados é necessário manter as campanhas sem alteração relevantes por cerca de 15 dias.
  • Investimento: A depender do nicho, o Custo por Clique (CPC) pode ficar alto e o custo por aquisição (CPA) também, é importante estar atento nas métricas de conversão dos produtos e grupo de produtos.

Para começar, você só pode colocar produtos do seu próprio e-commerce. Ou seja, não é possível anunciar produtos aos quais você é afiliado e/ou recebe uma comissão para divulgar, por exemplo.

4. Redes Sociais – Organicamente

Atualmente, as principais redes sociais são:

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • LinkedIn
  • TikTok
  • Pinterest

Qual elas utilizar? Bom, depende do segmento do seu negócio e do quanto você pode investir em mídias digitais (tanto em tempo quanto em dinheiro).

A verdade é que cada uma dessas redes sociais tem sua importância para você que quer começar um e-commerce e atrair clientes.

Mas não adianta criar um perfil e deixá-lo abandonado. É preciso postar conteúdo com frequência e fazer com que as redes sociais direcionem o seu público-alvo para a sua loja virtual.

Quais as principais vantagens das redes sociais?

As redes sociais são excelentes ferramentas para:

  • Começar o seu e-commerce e divulgá-lo para o público-alvo
  • Direcionar o consumidor para links que você tem interesse em divulgar
  • Conhecer o comportamento da sua audiência
  • Conversar com os seus seguidores

Portanto, estar presente em pelo menos duas redes sociais é essencial para quem quer vender mais pela internet.

Quais as desvantagens das redes sociais?

Para as redes sociais trazerem bons resultados, você vai precisar investir em marketing de conteúdo. Caso contrário, os perfis que você criou para divulgar a sua loja não terão capacidade de direcionar o usuário para o seu e-commerce.

Portanto, se você quer realmente utilizar o Facebook, Instagram ou qualquer outra rede social como uma forma de fazer mais vendas, será necessário criar conteúdo de forma diária e organizada.

5. Social Ads

Os social ads são os anúncios que podem ser configurados nas redes sociais. Eles são específicos para cada canal de comunicação e variam dependendo da mídia utilizada.

As mídias digitais coletam, a todo momento, dados relacionados ao comportamento dos usuários. Com essas informações, torna-se possível entender as necessidades e preferências do consumidor em cada uma dessas redes sociais.

Dessa forma, torna-se possível atingir as pessoas certas.

Para utilizar o social ads da forma correta, é necessário que você:

  • Conheça muito bem o seu público-alvo
  • Entenda o comportamento dos usuários em cada uma das redes sociais
  • Monitore os resultados com frequência

Quais as principais vantagens do social ads?

As campanhas nas redes sociais ajudam a divulgar o seu negócio e fazer com que o número de vendas do seu negócio aumente consideravelmente.

Portanto, para quem está começando um e-commerce, utilizar os links patrocinados nas principais redes sociais é essencial.

Quais as desvantagens do social ads?

Infelizmente, para investir em campanhas patrocinadas, será necessário pagar. Ou seja, não estamos falando de uma estratégia gratuita.

Mas tão importante quanto investir financeiramente nessa estratégia, é criar campanhas focadas na conversão e nas preferências do público-alvo.

6. YouTube

Que o YouTube é a maior plataforma de vídeos de todos os tempos, todo mundo sabe.

Mas você sabia que essa rede social é o segundo maior buscador do mundo, perdendo apenas para o Google?

Isso significa que ao utilizar o YouTube como uma estratégia de marketing para começar o seu e-commerce, você aumenta consideravelmente as chances de ser visto pela sua audiência.

Você pode utilizar o YouTube de duas formas:

  • Criando um canal para divulgar o seu e-commerce (nesse caso, é preciso produzir conteúdo relevante através da criação de vídeos)
  • YouTube Ads (pagar para o YouTube anunciar seu e-commerce ou produtos/serviços específicos que você quer vender)

Quais as principais vantagens do YouTube?

O Youtube tem um excelente alcance. Não há dúvidas de que uma enorme fatia da sua audiência utiliza o Youtube para acessar conteúdo de relevância.

Além de produzir conteúdo audiovisual de qualidade, sempre deixe um link na descrição para direcionar o usuário do YouTube para a sua loja virtual, site ou qualquer outra rede social do seu negócio. Dessa forma, vai ser ainda mais fácil gerar tráfego para o seu e-commerce.

Quais as desvantagens do YouTube?

Devido ao grande número de canais no YouTube e a quantidade de pessoas que utilizam essa plataforma de vídeos para divulgar conteúdo, não há mais espaço para vídeos ‘’meia-boca’’.

Ou seja, o conteúdo divulgado no seu canal precisa ter qualidade. Caso contrário, a concorrência vai roubar o seu público-alvo.

Também será necessário investir em bons equipamentos de som e vídeo, como microfone e câmeras apropriadas.

Mas não se preocupe, pois todo o investimento será compensado, se você se dedicar a produzir conteúdo relevante e de qualidade para o usuário.

7. Marketplaces

Sem dúvida alguma, os marketplace podem ajudar a divulgar os produtos e serviços do seu e-commerce.

Cada um funciona de uma forma e obviamente, você pode se cadastrar em mais de um deles.

As principais plataformas de marketplace são:

  • Mercado Livre
  • Amazon
  • B2W – Americanas.com / Submarino / Shopime
  • Via varejo – Casas Bahia e Ponto Frio
  • Netshoes

Quais as principais vantagens dos marketplaces?

As grandes plataformas de marketplace são seguras para vendedores.

  • Além disso, elas ajudam a divulgar o seu negócio e facilitam o processo de vendas que conecta o consumidor com o vendedor. Portanto, se você quer começar um e-commerce, considere utilizar algumas plataformas de marketplace para o seu negócio.
  • A diversificação de público também é uma vantagem dessas plataformas. O alcance de sites como Mercado Livre e Amazon é enorme, ou seja, é bem provável que você consiga realizar um grande volume de vendas.

Quais as desvantagens dos marketplace?

As taxas cobradas por essas plataformas são relativamente altas, principalmente para pequenos empreendedores.

Essas taxas ficam normalmente entre 12% e 25% e podem ser cobradas não pelo item vendido, mas pelo valor total do produto (incluindo o frete).

Fique atento a isso, pois dependendo da taxa do produto, pode ser que não seja vantajoso para você utilizar determinada plataforma de e-commerce.

Antes de colocar seu produto a venda em um marketplace, confira a taxa de comissão cobrada para saber se vale a pena realizar a venda por essa plataforma.

Imagem padrão
duraesjr@gmail.com
Artigos: 5

Deixar uma resposta

Address
304 North Cardinal St.
Dorchester Center, MA 02124

Work Hours
Monday to Friday: 7AM - 7PM
Weekend: 10AM - 5PM